Várzea Nova, “a cidade dos estromatólitos”, realizará palestra sobre o tema

“Estromatólitos neoproterozoicos”. Palavras que muitos têm dificuldades em pronunciar, porém, cada vez mais presentes nas conversas cotidianas dos varzeanovenses. Se muitos ainda não sabem do que trata tais termos ao menos sabem que é algo importante, pois só assim se justifica as visitas frequentes de universitários de todo o país (UFRN, UFRJ, UFF, UFOP, UFBA, UNEB, e tantas outras) à Fazenda Arrecife, situada na zona rural de Várzea Nova.

Assim, considerando o relativo desconhecimento da população local quanto ao sítio geológico Fazenda Arrecife bem como seu potencial para o geoturismo e turismo científico, com o apoio da Secretaria Municipal de Educação e da Prefeitura de Várzea Nova, será realizada na sexta-feira, dia 17/06, às 19h00, uma palestra com o tema “Fazenda Arrecife – um sítio geológico de relevância internacional”, ministrada pela renomada professora doutora Katia Mansur, do instituto de geociências da Universidade Federal do Rio de Janeiro – URFJ.  Também estará presente o mentor da palestra, o geólogo Antônio José Dourado Rocha, diretor do Centro Integrado de Estudos Geológicos – CIEG (CPRM).

A Fazenda Arrecife possui importantes afloramentos desses estromatólitos, que são rochas sedimentares formadas por ação de cianobactérias (microrganismos fotossintetizantes) em mares rasos e quentes do passado, numa época em que a superfície terrestre era bem diferente dos dias atuais (suas rochas têm idade estimada em torno de 600 milhões de anos). O sítio tem relevância internacional por possuir belos e bem preservados afloramentos, com potencial de exploração científica e geoturística. 

Os estromatólitos são as mais antigas evidências de vida na Terra (os mais antigos, encontrados na Austrália, tem idade em torno de 3,5 bilhões de anos).  Eles são importantes, principalmente, porque representam uma época de grandes transformações no planeta: as cianobactérias que proliferaram naqueles mares foram responsáveis pela liberação de oxigênio na atmosfera e, consequentemente, pela formação da camada de ozônio. Em síntese, a vida como a conhecemos hoje só existe graças aos estromatólitos.

Então, se você gosta de conhecimento e natureza e de valorizar as potencialidades regionais, não poderá perder essa importante palestra.

[INSERIR IMAGEM]

*Ericson Batista de Oliveira. Licenciado em Geografia pela Universidade do Estado da Bahia – UNEB.

PARA SABER MAIS:

Fazenda Arrecife – SIGEP 061 [Narendra K. Srivastava e Antonio José Dourado Rocha] – http://sigep.cprm.gov.br/sitio061/sitio061.htm

TCC – O Sítio Geológico Fazenda Arrecife: Potencial para Promoção da Educação Patrimonial no Município de Várzea Nova – BA [Ericson Batista de Oliveira] – http://bit.ly/FazArrecife

Várzea Nova – Estromatólitos neoproterozoicos da Fazenda Arrecife [Ericson Batista de Oliveira] – https://www.achetudoeregiao.com.br/ba/varzea_nova/fazenda_arrecife.htm

Geoparque Morro do Chapéu (BA) – Proposta [Antônio José Dourado Rocha e Augusto J. Pedreira] – http://www.cprm.gov.br/publique/media/morrodochapeu.pdf

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *